TRATAMENTO DE VARIZES COM ESPUMA

ESPUMA :

A espuma é o resultado da mistura de Polidocanol com ar ambiente EInjetada na veia.

De acordo com a literatura EXISTEM complicações,

. A mais freqüente é atromboflebite

. Pode haver a formação de coagulo

.Outra complicação é a HIPERCROMIA.ocorrência e causarmancha.marom irreversível Ocorrem em aproximados 30% dos casos

Recomenda se faixa nas pernas até 72 hs, ,Evitar o sol no mínimo 30 dias

INJEÇÃO DE ESPUMA

Pode haver ISQUEMIA CEREBRAL TRANSITÓRIA
RevistaNeurocritCare. 2009;11(2):247-50. Epub 2009 Mar 17.
PODE OCORRER :
EMBOLIA CARDÍACA
TromboseVenosaProfunda.

Martin V. Forlee, FCS(SA),Dublin, Ireland( Revista J VascSurg 2006;43:162-4.)

NOSSO PARECER :

A escleroterapia( secagem de vasos) com glicose ou oleato de monoethalonamina , a cirurgia convencional de varizes são métodos consagrados, com resultados conhecidos , baixo indice de complicações e de dominio amplo do cirurgião vascular com titulo de especialista!

desta forma, não há razões ,nem comprovantes cientificos que justifiquem a utilização de espuma como primeira opção no tratamento das varizes, microvarizes e vasinhos.

não existem trabalhos publicados que comprovem maior eficacia da espuma no tratamento das varizes!!

Ao contrário , existem sim, inumeros artigos cientificos que comprovam as maiores complicações da espuma ,comparados com os outros tratamentos convencionais.

As morbidades , os riscos e as complicações são de menores incidencias no tratamento cirúrgico ou escleroterapia(secagem de vasos) com glicose ou monoethamolamina!!

O tratamento das varizes com espuma somente deverá ser utilizados em casos de exceção, ou seja, naqueles pacientes que não podem ser submetidos ao tratamento cirúrgico convencional.

Trombose da Safena após tratamento com espuma

CIRURGIA DE URGÊNCIA RISCO DE EMBOLIA PULMONAR